RESENHA: O CAMINHO JEDI


"Não há emoção, há paz.
Não há ignorância, há conhecimento. 
Não há paixão, há serenidade. 
Não há caos, há harmonia. 
Não há morte, há a Força."


HEY MORTAIS! Antes de tudo queria contar que (insira fogos de artifício aqui) FINALMENTE O BLOG TEM UM DOMÍNIO! Mas falo melhor disso quando trocar de layout, basicamente eu estava cansada de como era antes e era agora ou nunca pra comprar. Por enquanto apreciem a linda url nova.

Mas o post, pra variar, com resenha literária ( pra quem não sabe, sou acumuladora de resenhas de livros e produtos de maquiagem, prazer) de nada menos que "O Caminho Jedi". Um livro que está na minha fila literária há ANOS, desde o fim de 2013, talvez tenha sido o primeiro livro de SW lançado aqui no Brasil nessa década, desde que a febre começou, e só esse ano chegou a vez dele. Esperou paciente, tadinho. 


Eu queria começar dizendo que não é um livrinho bobo que fizeram só pra ganhar dinheiro em cima dos fãs doidos e surtados que querem comprar qualquer coisa onde esteja escrito "Star Wars" (ou seja, eu). Que se você se considera um fã, você DEVE. TER. É como diz o próprio subtítulo, "um manual para os estudantes da Força". Porque é um livro realmente bem bolado e escrito, com um trabalho incrível, desde o próprio conteúdo até o design, ilustrações lindas e diagramação. Aqui o visual não cumpre uma tarefa secundária mas sim é quase tão importante quanto o conteúdo, pois não estamos falando de um livro comum, e sim um manual de ensinamentos jedi, da antiga Ordem, anterior à Luke, muito raro e muito antigo, uma relíquia empoeirada que caiu nas suas mãos vindo de uma galáxia muito, muito distante. Por isso as páginas amareladas e rústicas, a lombada cortada de forma rudimentar, não é um livro da Terra e você já nota isso nas primeiras páginas, onde há a assinatura dos, à época, padawans, que o leram, como Qui-Gon Jinn, Anakin Skywalker, Ahsoka Tano, Luke Skywalker e claro, outros. Você também pode fazer a sua própria junto com a deles. Eu que não sou besta, já faço com meus livros normais, MAGINA se com esse não faria né. 


Os ensinamentos aqui são valiosos tanto pro fã, quanto pro padawan iludido que ainda não conhece o poder do lado negro, quanto pra mim, sith que assim como o Darth Sidious, fez questão de ler o livro, afinal, conheça seu inimigo. E aí temos anotações ótimas não só dele, como de todos os outros que leram o manual. 
E quando eu falei que você deve ter esse livro, falei MUITO sério. Porque o tipo de conhecimento que você encontra aqui sobre SW, dificilmente encontrará todo junto e bem escrito assim em outro lugar. Eu achava que sabia muito sobre a Ordem de uma forma geral, mas esse livro foi uma maravilhosa surra de informações novas. Tenho pra mim que muitas coisas foram criadas exclusivamente pra esse livro, pra aumentar o universo da saga. 

Vamos conhecer toda a Ordem Jedi, desde sua história até as subdivisões, como você pode entrar nela e como funcionam os clãs. Você sabia que há divisões na Ordem onde se pode trabalhar no Corpo Agrícola e de Exploração, por exemplo? Tem também muito conhecimento filosófico e teórico, como os Três Pilares dos Jedi, a força, conhecimento e autodisciplina (sujeitos chatos, parecem monges). 


Temos também trechos menores porém muito legais, como sobre os trajes, equipamentos e conduta, e os sabres de luz. Há também em bons detalhes todas as formas de combate básicas e avançadas permitidas pela Ordem usando o sabre e a Força, assim como as habilidades que se desenvolve usando somente a Força, que são específicas e vão se tornando mais difíceis desde quando se é youngling, passando por padawan e por fim, jedi. 
Tem também a parte sobre naves e cultura e políticas na Antiga República, lista das principais raças alienígenas da galáxia, animais manejadores da Força e por aí vai. 

Por fim, tem também capítulos dedicados aos testes para padawan e para cavaleiro (a) jedi, as diferentes classes jedi... Sabia que aquele jedi porradeiro usando sabre de luz azul, que sempre está presente nas guerras e luta na linha de frente de uma batalha, pertence à classe de guardião jedi? Tipo Obi-Wan e Anakin, por exemplo. As outras classes, e isso não é uma regra, possuem sabres de outras cores, servindo também como uma forma de identificação dentro da própria Ordem. É muito interessante ver também as outras e pensar que você pode não querer entrar como Cavaleiro, que é bem overrated, e sim como Consular ou Sentinela. 



Pra terminar, não posso deixar de citar outras partes que gostei muito, claramente estou falando das páginas dedicadas ao lado negro e à história dos Sith né kiridos? Se esse livro sobre a chatíssima Ordem Jedi já foi essa puta leitura maravilhosa, só fico imaginando como não deve ser o meu desejadíssimo Livro dos Sith, que preciso dar um jeito de comprar ainda esse ano, SOCORRO. 
E agora finalizando mesmo, três palavras: LEIA ESSE LIVRO. Ele é basicamente um manual MESMO, detalhado e informativo sobre como funciona a Ordem Jedi, o que ela faz e no que acredita, sob TODOS os aspectos que você possa pensar. Se você se considera fã de Star Wars e não leu, você é um fã de merda, dsclp. Eu mesma era por ter enrolado tanto pra ler e continuo metade merda porque ainda não li O Livro dos Sith. Eu enxergo a minha própria merdez. 




Enfim, espero que tenham gostado da resenha e das fotos, até que foi curta né? Peixos :* 

Comente com o Facebook:

Um comentário:

  1. Minha nossa! Que livro tudo! Preciso tê-lo na minha estante humilde! Gostei bastante da resenha, saber como funciona a Ordem dos Jedis...

    Beijos
    Karolini
    womenrocker.blogspot.com

    ResponderExcluir

© KURONEKO - 2015 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | CRIADO POR YASMIN BERARDINELLI