RESENHA: TERRÍVEL ENCANTO

A jovem Aislinn sempre viveu sob a proteção de três regras inusitadas mas bastante simples:
♦ Não encare os seres encantados invisíveis
♦ Não fale com os seres encantados invisíveis
♦ Nunca desperte a atenção deles
Mas, com a chegada de Keenan, um ser encantado poderoso e sedutor, essas regras parecem perder todo o significado, e a garota se vê diante de escolhas perturbadoras, imersa num mundo que desde pequena foi ensinada a temer e odiar.
Intriga sobrenatural, amores mortais e o choque entre antigas regras e expectativas modernas se entrelaçam neste extraordinário conto de fadas do século XXI.
Editora/selo: ROCCO Jovens Leitores | Autora: Melissa Marr | Nota: ★★★
Yay, hoje tem resenha \o/ Faz muito tempo que não faço uma aqui. E devo confessar que meu volume de leitura esse ano está vergonhoso, tô numa ressaca literária complicada, nem A Libélula no Âmbar tá conseguindo me tirar direito dessa.
Mas enfim, Terrível Encanto foi um livro que eu tinha como desejado no Skoob, e por causa disso o namorado escolheu pra me dar de presente. 
Tinha as melhores expectativas pra ele quando fiquei conhecendo a história e marquei no Skoob, porque NOSSA, um YA com seres encantados de verdade, com corte e tudo, parecendo tudo muito gaélico, roots e original. 
Mas uma das coisas mais chatas é quando você tem uma puta expectativa com o livro e ela não é assim tão bem correspondida. E bem, foi o que aconteceu com Terrível Encanto. :( *chora rios* Ainda assim, não deixei de fazer as fotos da resenha, porque a capa é linda e a temática também, então quis um cenário e edição que combinasse com o clima do livro, e as plantinhas do quintal serviram. 


O livro conta a história de Aislinn, que tem que lidar desde criança com a Visão, ou seja, o poder de ver seres do Mundo Encantado, que muitas vezes são assustadores, com um aspecto estranho ou feio. Acontece que um deles se faz visível pra ela, Keenan, o Rei do Verão, e então ela descobre que é a escolhida dele, sua Rainha, que foi aguardada e procurada por séculos, e a única que pode acabar com o frio que a Rainha do Inverno, a mãe dele, Beira, está jogando sobre a Corte do Verão, que ele governa. Aliás, que personagem DESPREZÍVEL a mãe de Keenan. Horrível mesmo, de uma crueldade sem tamanho.  
Keenan começa a perseguir Aislinn, e depois ela conhece Donia, que foi a escolhida anterior de Keenan. O problema é que ela não era a Rainha verdadeira, mas sem saber disso aceitou arriscar tudo por causa dele e ainda o ama, e por conta disso, virou a Garota do Inverno, que carrega o frio dentro de si. E é isso que acontecerá com Aislinn, caso ela aceite segurar o bastão de Rainha e mesmo assim, não seja a escolhida. Porém ela não quer abandonar sua vida, seu namorado, a escola, nada disso, para assumir o lugar como Rainha do Verão. 
Ah, durante a leitura, até se compreender todo esse esquema da Rainha do Verão e da Garota do Inverno, o que acontece com quem se não for a escolhida etc, demora um pouco, pois ele é meio confuso e a autora não dá explicações diretas no começo. 


Além disso, na história temos a avó de Aislinn, que sabe da Visão, a tem e sempre orientou a neta com as regras de ignorar os seres encantados. E tem também Seth, o cara por quem Aislinn é apaixonada, que gosta dela e se torna o seu namorado. Ele é um cara legal e não queria que Keenan atrapalhasse o romance deles.
E falando nos caras, Keenan é um enjoadinho com Aislinn, bem longe do "sedutor" da sinopse do livro... Ele tem muitas qualidades mas a autora também não liga de mostrar seus muitos defeitos. Alguns tipos de defeitos a gente releva pois ajuda no realismo do personagem, mas os dele eu não consegui engolir. E na verdade Aislinn também é um bocado chata, achei meio sem personalidade, MASS ao menos ela é algo inteligente e esperta, não mais uma tonta que achamos em vários YAs, ela só não me despertou muita simpatia. Daí acabei shippando muito Keenan com Donia, aí sim fica fofo e sem nada de chatice. É até curioso ver que Keenan, apesar de querer que Aislinn seja sua rainha, ainda tem um grande carinho ou sentimento, sei lá, por Donia, e ela sofre por ele estar escolhendo outra, mas é pelo bem da Corte. Aliás, Donia é quem devia ser a protagonista! Achei ela bem legal, com certeza a melhor personagem do livro. 


Uma coisa digna de elogios foi a construção dos seres encantados, da Corte do Verão, as outras Cortes que são só citadas e tudo o mais. Foi realista e bem sacada. Desde criança sou fascinada com as histórias sobre o "povo pequeno", que originalmente são contadas pelos celtas gaélicos (das ilhas da Grã-Bretanha), e vê-los transportados pra um livro de YA, com mais descrições e interação foi ótimo. A autora soube criar e descrever aspectos bonitos e feios pra eles, suas interações com Keenan, e nas partes onde perseguem Aislinn e ela tem sempre que fingir que não vê foram bem angustiantes, pois são conhecidos por serem sedutores e doces, mas também cruéis e egoístas. Deu pra ver que houve muita pesquisa envolvida, e nesse aspecto a gente não se decepciona (e adorei os trechos de livros antigos falando sobre os seres encantados, no começo de cada capítulo).


Somando isso, a história tem vários elementos legais mas acho que Melissa Marr não soube trabalhá-los muito bem, a começar por Aislinn e Keenan, dois chatos que deveriam ser legais, por serem os protagonistas do livro, e Donia e Seth acabaram roubando a cena, pra mim. Uma parte minha ficou querendo que Keenan fosse realmente aquele personagem de YA e que houvesse um triângulo amoroso perturbador e tal, mas em momento quase nenhum eu achei que Aislinn fosse largar Seth pra ficar com ele (e o pior, eu já sabia o que de fato ia acontecer por um spoiler que uma idiota deixou numa resenha no Skoob). Mas de qualquer forma, o que realmente aconteceu, de certo modo foi legal pois fugiu um pouco do óbvio que sempre ocorre nos YAs. E o livro é narrado em 3ª pessoa (AEEEEEEEEE), o que ajuda a ter uma idéia da história segundo os outros personagens, como Donia, que tem várias passagens. 


Ah, um outro problema do livro é que a autora enrola MUITO pra levar a história adiante, os acontecimentos demoram. Claro que é necessário ter uma preparação, as coisas não podem sair evoluindo do nada. Mas as páginas vão passando e Keenan continua lá, cercando Aislinn e ela tentando evitá-lo. Só depois da metade é que tudo começa a ficar mais interessante e movimentado. 
Claro que eu fiquei curiosa com a história em si ao longo da leitura, e a escrita da autora é bem agradável, leve sem ser completamente simples, mas eu esperava mais do livro. A história poderia ter se desenvolvido mais cedo e mais rápido, os protagonistas deviam ser mais legais ou então o livro poderia ser mais curto. 

MAS não é uma leitura de se jogar fora, justamente pelos elementos legais e muito bem construídos, como o cenário dos seres encantados. E por causa disso quero ler os outros livros dessa série Wicked Lovely. O próximo é Tinta Perigosa, já vai pra wishlist no Skoob. 


Por hoje é isso, espero que tenham gostado da resenha e das fotos (acho que foram as mais bonitas que já fiz de livros até hoje hoho) ♥ Tentei ser breve mas sabem que eu não consigo tanto né... A gente já chega com a resenha na cabeça mas na hora vão surgindo mais e mais coisas que podem ser faladas, aí já viu.
Beijos :*

Comente com o Facebook:

21 comentários:

  1. Adoro essa série! Li o último livro faz pouco tempo e tô me sentindo meio órfã, mas sei de muita gente que não gostou do primeiro livro e não seguiu adiante.

    Nos outros livros a história é focada em outros personagens, então pra você que não gostou muito do Keenan e da Aislinn vai ser bom. O trio protagonista de Tinta Perigosa é o mais nhamnhamnham do meu coração! ♥

    Adoro a história do livro porque dá pra ver que foi feita muita pesquisa, e acho até que política vem antes do romance nessa série porque todos os regentes das cortes estão tentando proteger seus súditos e grande parte do que eles fazem é pensando nas cortes.

    Não sei se é a tradução dos livros, mas às vezes a leitura fica um pouco confusa (na verdade tenho certeza de que grande parte é a tradução, porque no último livro eles traduzem uma coisa super errado e se você não prestar atenção confunde tudo).

    Enfim, espero que você continue com a série! Adorei as fotos também!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vanessa!
      Bem, eu não gostei tanto desse primeiro quanto achei que gostaria mas não me desanimei, acho que foi mais pelos personagens principais que são um porre e o início da história meio lento.
      E sim, muito bem notado, foi uma coisa que eu esqueci de mencionar na resenha mas foi bom você ter falado: a trama não é só um ser sobrenatural que se apaixona por uma mortal e mimimi, é muito mais que isso né? No fim eles acabam nem ficando juntos, e tudo se trata de algo muito maior, salvar a Corte do Verão e os súditos do inverno e tal, não é um romancezinho bobo que resulta em várias consequências, como vemos tanto por aí.
      Volte sempre, beijos :*

      Excluir
  2. Uma pena que as expectativas são foram preenchidas, é frustante com vemos um tema bom e pouco desenvolvido. A capa do livro está linda, mas já achei a sinopse confusa. Lendo sua resenha e os pontos demoram a se tornar claros, dessa vez vou deixar passar a dica. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Joyce :) Então, como disse no coment de cima, o problema do livro, em resumo, são os protagonistas e a lentidão dos acontecimentos. MAS como eu gostei muito do cenário, do aprofundamento que a autora deu e sei que os outros livros da série vão tratar de outros personagens, acho que vale a leitura, SE você, como eu, gosta das histórias dos seres encantados e tal.

      Excluir
  3. Oláá!

    Eu não conhecia essa série e fiquei chateada com o fato de não ter te agradado tanto esse volume.
    Mas sua resenha foi bem mais elogiosa do que imaginei sabia?
    Eu achei legal a forma como foi apresentado os personagens e como foi construido.
    As fotos estão liiiindas! Fiquei com invejinha hahahaha.
    Adorei!


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana! Haha pois é, quando eu não gosto de certas coisas no livro mas gosto de outras, acabo sendo complacente e sempre tento procurar pontos bons pra equilibrar, principalmente se como nesse caso os pontos bons foram MUITO bons e sei que tendem a melhorar, como o Mundo Encantado, que vai ser mais explorado nos outros livros da série. E que bom que gostou das fotos, obrigada! :)

      Excluir
  4. Nousaa, comecei a ler a sinopse e fiquei tipo "PRECISO DESSE LIVRO" mas ai veio sua resenha e eu fui desanimando acada parágrafo, não quero mais ler e estou decepciona antes mesmo de pegar para ler srsrs. Mas vamos e convenhamos que capa maravilhosaaa ♥. Quanto aos personagens acho estranho quando uma personagem secundária, no caso Donia, se sobressai a protagonista, aliado a isso o fato de que Keenan não é exatamente apaixonante tornou minha breve história com esse livro broxante rsrsr

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa Ju, que pena que mesmo citando os pontos bons do livro, não te animei a ler hahaha :p Pois é, precisa de ter paciência com ele, acho que por ser o primeiro de uma série a autora não acertou muito a mão com os protagonistas da estréia e a lentidão das coisas. E sobre a Donia, bem, muitas vezes as protagonistas de YA são aquele porre né? Então não é raro, pelo menos no meu gosto, alguma que não é a protagonista acabar me agradando mais (como a Anamika de A Maldição do Tigre! ♥) e fazendo rolar uma identificação maior.
      MAS não deixe de dar uma chance! Se o que te deixou com mais vontade de ler foi por se tratar de seres do Mundo Encantado, acho que vale a pena, ainda mais porque nos outros livros da série pelo que li em resenhas, as Cortes são exploradas mais a fundo, e o melhor, os protagonistas são outros \o/

      Excluir
  5. Oi Yasmin, tudo bem?
    É tão ruim quando colocamos expectativas e ela não são supridas, né?
    A premissa é bem legal e que eu gosto, mas saber que a autora não soube trabalhar tantos elementos legais desanima totalmente, né? Além dessa enrolação, então não vou querer ler no momento, mesmo que o cenário dos seres encantados seja bem construídos. Mas a capa é muito linda.
    Parabéns pela resenha :D

    Beijos,
    Leitora Sempre

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é uma coisa terrível de se acontecer na vida, com livros então, nem se fala. E sim, é bem desanimador, não sei, se eu lesse essa resenha escrita por outra pessoa e nunca tivesse lido o livro, talvez não me motivasse a ler também, mas sei das poucas coisas que gostei, pra mim elas contam muito e são elas que vão fazer eu continuar hahaha, bem confuso mas é por aí :p
      Beijo :*

      Excluir
  6. Olá Yasmin, apesar de você comentar que o livro é bom só de saber que os protagonista não conseguem agradar já fiquei sem vontade de ler =/ Uma pena que a autora não soube trabalha-los e os elementos sobrenaturais. As fotos ficaram lindas *--*

    Visite "Meu Mundo, Meu Estilo"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, quando os personagens centrais são chatos é bem difícil continuar né. Mas assim, tem quem adore protagonistas como a Aislinn, tem gosto pra tudo nessa vida hahaha, depende do tipo de "mocinha" que você gosta de ler, daí pode ser que te agrade né. Mas a autora não soube trabalhar só eles e o desenrolar da história, porque os elementos sobrenaturais ficaram MUITO bons e bem feitos, inclusive é isso que me motiva a querer continuar a série. E obrigada! :)

      Excluir
  7. Você citou duas características do livro que me incomodam demais: protagonistas chatos e enrolação. Isso acaba matando a leitura para mim, principalmente a questão dos protagonistas, se não consigo gostar deles normalmente o livro não me agrada. Pelo menos a história te deixou curiosa e você achou a escrita da autora agradável e curtiu o cenário dos seres encantados, mas não me interessei. Agora suas fotos, devem ser as mais lindas de livros que você já fez mesmo, amei demais!

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ju, obrigada pelos elogios ^^ Então, realmente é meio desanimador quando justo os protagonistas não nos agradam, e com a enrolação ainda, em certas horas a gente vai meio que empurrando a leitura com a barriga. Mas assim, como eu respondi no coment anterior, depende do tipo de protagonista que você gosta... Pode ser que o tipo da Aislinn te agrade, tem gosto pra tudo hahaha, talvez se você lesse poderia descobrir que te agrada, só lendo mesmo.
      Beijo :*

      Excluir
  8. Olá, tudo bem?

    Nossa, li essa livro há tantos anos que nem lembro o que senti na época HAHAHAHA. Lembro que comprei pois uma amiga blogueira era doida com a série e me indicava quase todo mês, mas acho que tive uma opinião parecida com a sua. Adoro esses livros que trabalham o povo Fae, principalmente esse lance das cortes, mas concordo que a autora enrola MUITO para dar um desfecho à história e isso e horrível pois você começa a divagar e acaba perdendo onde estava e tem que ler a página novamente ¬¬. Sinopse engana horrores, principalmente quando está falando dos personagens, por isso que evito ler até a orelha do livro e ler na cara e na coragem HAHAHA. Adorei a sinceridade do texto e as fotos.

    Abraços,
    Matheus Braga
    Vida de Leitor - http://vidadeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ae, que bom que leu o livro, mesmo que não se lembre muito bem hahaha. E sim, esses problemas fazem a gente divagar, empurrar a leitura com a barriga às vezes, nada bom né. Mas ORRA, coragem hein? Evitar ler tudo do livro e meter a cara, acho que eu não conseguiria :p

      Excluir
  9. Oi Yasmin, tudo bem?

    Não conhecia esse livro, mas amei a capa. E sei como é essa sensação de ter altas expectativas sobre um livro, e ele acabar não sendo tudo o que a gente esperava. Enfim, achei o universo que a autora criou super legal, com as cortes do Verão, Inverno e tudo o mais. Nesses universos de fantasia, em que os autores criam mundos novos e toda uma hierarquização as vezes é difícil de entender tudo, eu mesma fico confusa em vários livros... mas acho que o autor tem que fazer o máximo para diminuir essas confusões. Nossa, protagonistas chatos, detestoo... odeio quando não consigo me conectar com eles, mas que bom que pelos menos os secundários roubaram a cena.

    Espero que o próximo livro da série seja melhor, adorei as fotos.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  10. Puxa, que chato isto de não poder corresponder as expectativas literárias. A capa é mesmo linda e o tema promissor, pena a autora não ter desenvolvido da maneira certa.Não gosto de livros com muita enrolação... Vou lá no skoob conferir mais opiniões sobre ele.

    Beijo, Vanessa Meiser - Retrô Books
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Eu tenho esse livro há um tempão, comprei na época que queria ler todos os livros de fadas que eu pudesse encontrar publicados aqui no Brasil, por alguma razão a leitura nunca foi para frente, infelizmente. A minha série sobre fadas favoritas é Tithe da Holly Black, também fala bastante sobre as cortes, e a história é bem mais surpreendente, e já foi lançada toda a trilogia aqui no Brasil, o unico problema são as capas, feias que dói, só o ultimo livro salva.

    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Apesar dos contras, acabei me interessando pelo livro. Quando eu conseguir terminar de ler A Jóia acho que vou partir para ele. Ás vezes costumo gostar de livros que as pessoas falam que os protagonistas são chatos, por que pra mim acaba saindo do clichê haha. Vamos ver. Se eu não gostar, fica uma ótima decoração por causa da capa.

    Adorei a resenha, muito bem explicada e completona. E essas fotos hein? Lindas! Vão te chamar para usarem suas fotos hehe.

    Beijinhos
    www.sakurys.com

    ResponderExcluir
  13. Oi Yasmin!
    Ahh pela sinopse eu também já tinha me apaixonado pelo livro, adoro fantasia com seres mitológicos! Mas dá uma raiva profunda quando o autor não consegue trabalhar o conteúdo né?
    A capa é mesmo linda, mas mais lindas ainda estão as tuas fotos do livro! Amei!

    Beijos,
    Fernanda
    www.oprazerdaliteratura.com.br

    ResponderExcluir

© KURONEKO - 2015 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | CRIADO POR YASMIN BERARDINELLI