Review tripla: Cisne Negro, 500 Dias com Ela e 17 Outra Vez

Hey gente! :) Voltei em menos de uma semana, não acredito! D8 Como diria meu ex-professor de Física, o querido Letinho, que já foi até no Jô: "é muito lindo isso né?" Pois é, e mais lindo ainda é o post de hoje, que por questões de economia de tempo e dos próprios posts (ain?) vai ter 3 reviews em uma! *grita* Mas acalmem-se, vou tentar reduzi-las pelo menos pela metade do que costumo fazer, já que serão três. São dos filmes Cisne Negro, 500 Dias com Ela e 17 Outra Vez, que vi de anteontem até hoje. So, let's go!

Cisne Negro/Black Swan
'Cisne Negro' é um thriller psicológico ambientado no mundo do balé da Cidade de Nova York. Natalie Portman interpreta uma bailarina de destaque que se encontra presa a uma teia de intrigas e competição com uma nova rival interpreta por Mila Kunis. Cisne Negro faz uma viagem emocionante e às vezes aterrorizante à psique de uma jovem bailarina, cujo papel principal como a Rainha dos Cisnes acaba sendo uma peça fundamental para que ela se torne uma dançarina assustadoramente perfeita. Ano: 2011





Primeiro, a imagem ali em cima é do pôster mais bonito que eu achei, os outros não têm muita graça. E sobre o filme, não achei aquilo tudo que todo mundo falou e nem tenho certeza se a atuação da Natalie Portman mereceu totalmente o Oscar de Melhor Atriz. O filme é bom sim, com muito suspense, história bem construída, vários barracos e bafos (haha atoooron) mas o final me deixou meio confusa. SPOILER: Acho que ela não morre, senão isso seria explícito. Quem já viu, o que acha? Como pontos fortes, destaco a relação conturbada de Nina com a mãe, depois de certa parte do filme, e dela com o técnico. SPOILER: Achei bonitinho aquele beijo dela nele no final, vai. *-*E o filme tem algumas cenas bem keeents, mas são poucas. E apesar de algumas psicoses bobas e sem sentido que Nina passa a desenvolver (gente, que pernas de cisne dobradas pra trás são aquelas? Precisava?), algumas você não consegue distinguir se são reais ou não, eu fiquei perdida em várias. É legal também ver pelas coreografias de balé, acho lindinho. Natalie Portman como bailarina, na minha leiga visão, me pareceu meio pesada ao dançar, mas acho que deu uma "enganada". Enfim, vale assistir, mas não vão com toda aquela sede ao dvd porque pode decepcionar alguns. Não é um filme estupeeendo de aplaudir em pé e ficar catatônico depois de assistir, e também não é uma droga. Acho que a questão toda que simplifica o filme, e quase não li isso em lugar algum, é que o enredo ilustra a luta de alguém contra si mesmo para se superar e blá blá. No caso de Nina, como era uma mudança maior para interpretar o papel do Cisne Negro, houve resistência e deu no que deu toda aquela psicose, acho que é aproximadamente isso.
Nota:

500 Dias com Ela/500 Days of Summer 
Tom, jovem tímido, formou-se em Arquitetura, mas trabalha escrevendo cartões de felicitação. Solitário e frustrado, não vislumbra grandes rumos em sua vida. Quando seu chefe contrata uma nova secretária, Summer, ele vê seu ideal de amor tomar finalmente forma. Linda, espirituosa e inteligente, ela gosta das mesmas coisas que ele. Eles saem algumas vezes, e a lista de afinidades não para de crescer. Tom se apaixona perdidamente, mas Summer, que acredita que o amor não passa de uma fantasia, quer apenas se divertir. Ano: 2009




Depois da decepção com aquela droga de Juno, comecei a ficar com os dois pés atrás com qualquer filme que cheirasse a uma pegada meio "indie". Não foi o caso desse, ainda bem, que além de não ter quase nada de indie, ainda é uma gracinha. Com o Joseph Gordon-Levitt de A Origem/Inception como Tom e a Zooey-cupcake Deschanel como a chata da Summer. Ao longo do relacionamento, Tom começa a se frustrar porque quer algo sério e ela não, às vezes nem parece que gosta dele. O filme praticamente te dirige a, primeiramente, simpatizar com a Summer pra depois odiá-la do fundo do coração. Bem, pelo menos essa é a impressão que eu tive e foi o que eu senti, haha, e vocês? Bem, o filme foi uma grata surpresa porque apesar de alguns elementos dramáticos, todo ele é engraçadinho e irônico. Destaque para a incrível, colorida e contagiante cena musical onde Tom vai para o trabalho de manhã depois de ter passado a noite com Summer; não vou colocar o vídeo pra não aumentar o post, mas pra quem quiser ver, tem aqui. E ah, algo legal de se falar sobre o filme, é que é uma narrativa não-linear, ou seja, vários dias alternados do relacionamento de Tom com Summer são mostrados, términos, depois o dia em que se conheceram, brigas etc, e só no final a narrativa fica correta. Odiei a Summer no final, mas o final final MESMO do filme, gostei bastante, e aquela mudança no cenário ilustrado onde aparece o n° dos dias não foi proposital, não acham? 8D Enfim, a atuação de Zooey é apática e sonsa como sempre, mas vale muito pelo filme em si, que é bom e engraçado, tem algumas músicas legais e a cena do musical é outro motivo à parte pra poder vê-lo. *o* E ah, uma coisa que me irrita é rotularem o filme "como comédia romântica" quando claramente o filme não é tão romântico assim, já que trata de desilusão também, além de ter sua carga de drama, então, comédia romântica não né.
Nota:

17 Outra Vez/ 17 Again


Mike O'Connell era um astro do basquete quando estava no colégio, mas ao descobrir que sua namorada estava grávida resolveu abandonar seus planos e se casar. Após 20 anos, Mike está infeliz. O casamento não vai bem, seus filhos não o respeitam e a promoção que aguardava no trabalho não saiu. Um dia ele decide visitar o antigo colégio e, ao rever fotos e objetos de sua adolescência, deseja voltar no tempo e ter uma nova chance. Repentinamente seu desejo se realiza, e ele volta a ter 17 anos. Com a ajuda de seu amigo Ned Gold, ele é novamente inscrito na escola e passa a frequentá-la ao lado de seus próprios filhos. Ano: 2009


Detestava o Zac Efron na época de Highs'Cu Musical, e excetuando ele, continuo não simpatizando com toda aquela corja. Mas ele, no ótimo musical Hairspray, mudou de opinião, e hoje vejo filmes com ele no elenco numa boa. Esse 17 Outra Vez já queria ver há tempos, mas ou alugava outro ou enrolava e não via, mas, for God's sake, finalmente vi hoje! \o/ E não me decepcionei, a história é uma gracinha e o filme também. Quem interpreta Mike na fase adulta é Matthew Perry, o famoso Chandler Bing de Friends. Nunca vi o seriado, mas já tinha ouvido falar do personagem, lógico, e demorei a ligar o nome à pessoa hehe, é mais um elemento de comédia ao filme, que já é todo muito engraçado, apesar de lógico, não ser assim o tempo todo. Um dos pontos legais do filme, é depois que Mike volta a ser adolescente, a convivência dele com os filhos e a quase ex-esposa é algo digno de notas, muitas notas. Sua filha achando que ele está interessado nela, sem saber que é o pai, lógico, sua esposa se sentindo atraída e sem saber porquê, entre outras coisas que é melhor não contar. Mas JESUS, PÁRA TUDO pro quarto do amigo do Mike, o Ned. Ele é um nerd dos meus, ELE DORME NO LANDSSPEEDER DO LUKE CARAMBAAAAAAAA! Ç_Ç Quase chorei lágrimas de sangue quando vi, Eru sabe o que eu não daria pra ter uma cama daquela, e com Tatooine pintada ao fundo, oh God. E A PARTE DELE FALANDO QUENYA COM A DIRETORA DA ESCOLA??? OMFG (se eu não ouvi errado, aquilo é quenya mesmo o_ô). Isso pra não citar o duelo de lightsabers Force FX entre Ned e Mike, quando ele ainda não saca quem é o Mike. 17 Outra Vez não é um filme daqueles que vai marcar sua vida, muito pelo contrário, é bem levinho, mas passa uma mensagem muito legal, ainda mais com aquele final, que eu sinceramente não esperava, juro! :O Então, vejam mesmo. :)
Nota:

E ah, ia fazer um pequeno comentário-desabafo-xingamento sobre o filme A Rainha dos Condenados que revi ontem também depois que li o livro maravilhoso (esse ano, mas bem antes de fazer o blog, por isso não tem resenha), mas vou deixar pra outro post, com toda a zombaria a que aquele lixo infernal tem direito, e porque aquela droga de filme não merece que eu fique noite adentro em plena segunda pra terça-feira falando mal dele ao invés de estar dormindo na minha cama quentinha provida de 1 lençol+2 cobertores+1 colcha (the winter has come!), hunf. -3-
                                                                                                                        


Comente com o Facebook:

15 comentários:

  1. Cisne Negro é bem legal... os outros dois que você citou ainda não assisti :(

    Viu, já te aceitei no Last.fm!

    Segue link dos buttons:
    http://migre.me/5iul1

    ;)


    Beeeijos \m/

    ResponderExcluir
  2. Não assisti ainda Cisne Negro e 500 dias com ela. :(

    Adorei as resenhas ♥.

    Ahh, e obrigada por seguir o meu blog n_n.
    Descobri o Kuroneko ontem, e simplesmente amei!
    Seu blog é muito legal, fofo, lindo... É tudo de bom!Parabéns *-*

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Memórias de uma gueixa é uma droga de coisa linda mesmo né Jun ^^
    Ainda não vi o filme, mas com certeza vou querer ver depois que eu ler o livro.
    Ainda estou no começinho, mais ja estou achando incrível :)

    Cisne Negro estou louca para assistir a um tempo, os demais ainda não tinha visto, mas ja vou salvá-los como próximos filmes :)

    beijo :*

    ResponderExcluir
  4. Oii Jun (que apelido legal :D)
    Eu estava afim de assistir "17 again", mas a tempos estou com receio exatamente pelo ator, depois de ler sua opinião fiquei mais feliz, acho que vale arriscar. (Obrigada pela sugestão! :))

    p.s: eu lembro de você sim, vi seu comentário no post sobre os livros. (:
    Fiquei feliz em saber que lê o blog a algum tempo, agradeço pela visita.

    ResponderExcluir
  5. Nossa, sou 100% suspeita para falar de 500 dias com ela, ele compõe a minha lista do top 5!
    E Cisne Negro é bacana, mas eu gosto mais pela interpretação da Natalie Portman, que é uma das minhas atrizes preferidas.

    ótimo blog.
    beijos!

    ResponderExcluir
  6. Jun, sério q vc não gostou de Cisne Negro? SÉRIO? caramba, eu sai cho-ca-da do cinema quando vi esse filme... acho toda a paranoia da Nina, a luta consigo mesma e tal, muito, mas muito legal. Não sei se é o sangue da psicologia pulsando em mim (caham), mas o filme realmente muito bom!
    500 dias com ela é amor! odeeeeio a Summer como você... mas, acho q não há uma criatura no mundo q tbm não a odeie, né? o Tom é muito lindo pra sofrer daquele jeito! e a cena do "musical" é mesmo muito linda *-*
    17 outra vez eu vi faz um bom tempo... como não lembro muito da estória dele, acho q o achei meio whatever... sei lá xD
    eu vi seu meme!!! obrigada pela indicação *-* mas, como eu já aquele mesmo meme há alguns meses, não vou fazer de novo, ta? mesmo assim, MUITO obrigada por lembrar de mim <3

    ResponderExcluir
  7. Cine Negro não assisti ainda. Que engraçado, eu adoro Juno hahaha >< e 500 dias com ela também, porém odieeeeeeeeeeeeeeei 17 outra vez :P
    beijo!

    ResponderExcluir
  8. oi Juun ^_^ então, esses emotions eu tenho guardados a muuuuito tempo e eles são de vários lugares diferentes! Um dia eu acherei onde peguei pra dar os créditos haha, enquando isso acho que vc pode pegar ali e salvar tudo pra vc x) acho que seguindo este tutorial: http://www.codigosblog.com.br/2008/10/emoticons-nos-comentrios.html você pode colocá-los nos teus comentários tbm (: beijãaaao :*

    ResponderExcluir
  9. 1º Sobre o Ganso Afro-descendente: Não gosto da Natalie, me batam. haha Tenho raiva da constante cara de quem está prestes a chorar e, convenhamos, ela tenta ser sexy e não convence! XD Some a isso o fato de que eu assisti o filme bêbada (sério XD). Mas eu gostei do filme, da fotografia fechada e sufocante, acho que foi essencial para o clima de pressão dentro do mundo do Balé. E sim, ela morre, pois acredito que o filme é o processo nela se transformando na personagem Cisne, e no momento que ela atinge essa perfeição ela morre - assim como a personagem. Isso simboliza o preço e o sacrifício pagos por muitos dançarinos no mundo todo.
    2º Sobre 500 Dias com Ela: Muita coisa desse filme me deu raiva, de tão igual a coisas que aconteceram comigo. E gosto da Zoey, por motivo nenhum. Vou com a cara dela. x)
    3° Sobre 17 outra vez: O Zac Efron me surpreendeu, e muito! Subiu no meu conceito e acho que ele ainda tem potencial pra fazer muito filme bom. Até acho que ele faria um bom Raito (aqui os fãs de Death Note me batem, mas ele faria muito bem sim!).
    4º Brigada pelo comment lá no meu blog! Curti o seu e coloquei seu banner lá. Bjos!

    E leia Crônicas de Arthur O QUANTO ANTES!!

    ResponderExcluir
  10. Não assisti nenhum dos filmes (ohh bichinha sem cultura) uhhsuHSUH! Mas não porque não quero, porque não tenho mais tempo pra nada, hoho!

    Mas 17 outra vez já vi por cima. Gostei até. Cisne Negro eu quero assistir. 500 dias com ela deve ser bom!

    Beijoss

    ResponderExcluir
  11. Acredita que não vi nenhum ainda? Tou loca pra ver cisne negro, mas tem mais outros na fila.
    Ps: Obrigada pela visitinha no blog.. eu já terminei de ler 'os exilados de capela' e recomendo muito é maravilhoso e interessante. Algumas pessoas podem acham um pouco sem graça no começo, mas eu sou muito curiosa sabe, pra saber dessas coisas de passado, nossa é fantastico. Eu sendo espirita assimilei tudo muito bem mas tbm pode acontecer de pessoas não gostarem pq contradiz bastante a bíblia, é praticamente o oposto do que esta escrito sobre o nascimento do primeiro homem. Compra lá que vc vai adorar.
    Bjss

    ResponderExcluir
  12. Olá..^^
    Relaxa quanto ao TCC, todo mndo o transforma em um monstro, mas conforme voce vai fazendo, você irá entendê-lo, as coisas não serão jogadas do nada, e o grau de dificultade do trabalho vai aumentando aos poucos, e você já tera dominado a dificuldade anterior. Pelo menos foi assim acomigo, posso até dizer que estou com saudades de toda aquela intensidade. hahahaha

    Cisne Negro eu até tinha uma vontadezinha de assistir, mas perdi depois de ver tantos comentários.
    Só que 17 Outra Vez está na minha lista, parece um filme leve. ^^

    Beijoooos.

    ResponderExcluir
  13. "Quase chorei lágrimas de sangue quando vi"! hahauhauah, rindo muito aqui!!
    Eu ainda não vi Cisne Negro mas é exatamente isso que vi em vários blogs: não é tudo isso que parece! o.O
    Eu ainda estou curiosa pra ver, adoro a Natalie e vi algumas cenas lindas do filme! *-*

    Eu AMO 500 dias com ela! Amo a OST, é perfeita! A produção, a forma de gravação, amei tudo!! Fora que a história me conquistou, diferente dos casos de amor que costumamos ver (a menina sempre que sai na fossa)... =(

    E por incrível que pareça eu também AMEI "17 outra vez"! Foi nesse filme que deixei meu preconceito de lado em relação ao Zac! E detalhe que eu AMO o Mathew Perry só por causa do Chandler em Friends (melhor série ever!!!)
    *-*

    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Adorei as dicas, Jun ♥
    Bom, não tenho vontade de assistir Cisne Negro... Sei lá, não me chama a atenção. Mas já assisti 500 dias com ela (MINHA ZOOOEY LINDA!) e 17 outra vez (ZAC MEU) sou fã do Zac e de toda a galera HSM, marcou minha vida...

    ResponderExcluir
  15. Oi!
    Primeiro quero dizer que já de cara amei seu blog, por ele ser muito lindoo!
    Quanto aos filmes, já vi os 3.
    Amo 500 Days, especialmente as covinhas do Joseph ^^ Mas gostei bastante da história, então comprei o dvd (só compro os filmes que eu realmente amo).
    Cisne Negro nem tem o que falar, me envolveu de uma forma que no final eu nem acreditei que já tinha acabado.
    17 Again eu não gostei muito. Primeiro porque o Mike O'Connell velho é a cara de um ex patrão meu que era um carrasco, então não consigo assistir sem me lembrar daquele período infernal.
    Apesar de eu ter amado HSM (eu tinha 15 anos, gente, dá um desconto), e o Zac e tudo mais, não gostei muito do filme. Tipo, é aquele filme para você assistir uma vez e só.
    Mas eu gosto do melhor amigo dele nerd, para mim é a melhor coisa do filme, hehe.

    Mais uma vez, adorei aqui >.<
    Beijo.

    ResponderExcluir

© KURONEKO - 2015 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | CRIADO POR YASMIN BERARDINELLI