O final de Lost, infelizmente.



ATENÇÃO: Este post está recheado, pingando, vazando e transbordando de spoilers, por isso, se quiser ler, que seja por sua conta e risco! :)

Pausa: meninas, queria agradecer muito a vocês pelos comentários no último post. Bateram o recorde! *-* Estou satisfeita por ter conseguido um número assim em pouco tempo de blog, e isso num num post corriqueiro que durou menos de 1 semana. Obrigada a cada uma de vocês, de verdade pela atenção e camaradagem com o blog, suas lindas! <3 Assim que der vou respondendo a vocês. :3

Essa imagem aí de cima é uma promo da última temporada, e apesar de não tolerar fotos sem a Juliet, escolhi ela por ser da última temporada e porque é muito engraçada com o Fumacento ali no meio e os manolos em volta. Coloquei esse coração embaixo simplesmente por ser minha série favorita de todos os tempos, e vai continuar sendo sempre. <3 Costumo ser muito estável e fiel nas coisas que elejo pra minhas preferidas. E atenção, este post está longo como a Bíblia, então vou dar um chocolate pra quem conseguir ler tudo, hoho.

Mas pois é, essa coisa preferida, no caso, o seriado Lost, chegou ao fim pra mim somente ontem, por isso o post de urgência no blog (sim, porque hoje seria a resenha de Comer, Rezar, Amar). Estava enrolando, porque, hm, não queria que acabasse, simplesmente por isso. Já tinha acabado há muuuitos meses pra todo mundo, até pra quem acompanhava o seriado pela Globo (oh, que horror! *dies*), MAS NÃO PRA MIM. ._. Mas esse dia teria que chegar né? Eu não ia poder ficar enrolando pra sempre, e o medo de entreouvir por aí ou ler sem querer algum spoiler matador crescia ainda mais. Daí tomei coragem e reservei pra esse final de semana o último disco da última temporada. Tinha começado a ver ela há mais de um mês, mas aí chegou no último disco e eu parei. E explicação rápida: prefiro acompanhar séries que gosto em dvd, só baixo se não houver outra alternativa, porque acho UM SACO baixar coisas. Só baixo anime e outros seriados porque não tem outro jeito, mas Lost sempre gostei de acompanhar numa tv bem grande, é um desperdício assistir a ele numa telinha de pc. Então, achei que no último disco tivesse mais de um episódio, mas me surpreendi quando vi que tinha apenas um, O ÚLTIMO, denominado The End. Fui no mundo e voltei, mas aí tomei coragem e fui assistir. O que eu sabia que era enooorme, duas horas e meia. Não vou contar tudo do início ao fim aqui, lógico que não, mas deixarei minhas principais impressões, que já aviso, serão looongas.

Já tinha ficado puta da vida por Jin e Sun terem morrido, mas foi uma morte linda aliás, chorei desesperadamente. No final da 5ª, também chorei quando Juliet morre nos braços do Sawyer porque eu adorava ela e ele também e os dois juntos era a coisa mais linda e blá blá, então foi duro não tê-la nessa última temporada, o que salvou foram as cenas da "realidade alternativa", que na verdade não era nada disso.
O Monstro de Fumaça, vulgo MIB, Fumacento, Sistema de Defesa da Ilha ou simplesmente Locke foi outra coisa ótima, apesar de muito fdp usando a forma do Locke, o que eu achei, como o Jack disse, uma violação da memória dele. E cara, gostei MUITO do AB Aeterno, episódio especial que conta tudo sobre o Richard e como ele foi parar na ilha. O Across The Sea, mostrando finalmente como Jacob foi parar na ilha e explicando melhor WHO IS the Monstro de Fumaça foi foooda também, pirei aqui.
Outra coisa que me deixou imensamente satisfeita foi o fato de Jack ter ficado com Kate, mesmo que não pra sempre, pelo menos confessaram o amor que sentiam, aqueles dois. Uma chata com um chato, o que poderia combinar melhor? :) Devo só observar que eles não me irritaram tanto nessa última temporada, principalmente o Jack. Só achei triste eles não terem ficado juntos meeesmo mesmo mesmo, já que Kate vai embora no avião da Ajira com Lapidus, Miles, Claire, Richard e o lindo do Sawyer.

Enfim, devo dizer que essa última temporada foi boa, só esperava mais episódios pra tudo ficar melhor contado. Até porque 17 é um número bem quebrado pra episódios de uma temporada, me dá nervoso.
E hm, falando nisso não gostei muito dessa tal realidade no princípio. Antes eram flashbacks, depois flashforwards, e agora flash-sideways? Mas depois, refletindo sobre o fim e lendo outras reflexões, tudo se clareou. O que eu pensei foi confirmado por outros textos que li, então isso me deixou tranquila.
Muitas pessoas insistiam na retardada tese de que todos na ilha estavam mortos, mas eu nunca fui a favor. Tipo, wtf? E quem morreu NA ilha? E os que conseguiram sair e depois voltar? Aquilo era tudo dorgas ou o quê? Por favor né. ¬¬ Que a Ilha era o purgatório e blá blá blá, ai quanta balela. O purgatório existiu nessa última temporada, mas não foi bem exatamente NA Ilha não...

Quando terminei de assistir, à noite fui ver os bônus e nele Damon Lindelof dizia que os flash-sideways foram algo como uma realidade alternativa mostrando que mesmo que o avião não tivesse caído eles teriam se ligado e se encontrado de alguma forma, porque a ligação que tinham era mesmo muito importante. Mas achei isso meio estranho pois o que explicaria aquelas memórias da Ilha? A única certeza que eu tinha era de que tudo na Ilha havia acontecido mesmo, e não, "todo mundo" não havia morrido. Lendo as críticas e reviews deste último episódio e juntando-as com o que eu já havia concluído, dá pra saber que aí sim, nas cenas dos flash-sideways todos estão mortos. Mas lembrando que tudo o que aconteceu na Ilha e depois dela é REAL, todos viveram aquilo.
 Mas como assim Jun? Vamos lá: no mundo dos flash-sideways que se apresenta como o mundo real, tudo acontece como um purgatório, onde eles tentam reparar os erros de sua vida anterior pela convivência com as pessoas com quem erraram, ou enfrentando-os de outra forma. É como se a vida te recontasse sua história, a mesma coisa, só que de uma forma diferente, e você próprio reagindo a ela de forma diferente, tentando, óbvio, melhorar. Por isso Jack tinha um filho, pra reparar os problemas que teve com seu pai sendo ele mesmo pai de alguém; Sawyer era policial para sanar os problemas que sempre teve por dar golpes e ser um criminoso; Ben não é pai de Alex mas sim seu professor e tem uma ótima relação com ela e Rousseau; Locke não precisa mais de suas cadeiras-de-roda e assim por diante. E  no final, na medida em que vão se encontrando, os personagens se lembram do que viveram juntos na Ilha... Juliet encontra Sawyer (o que foi lindo, aliás, chorei again :<), Claire encontra Charlie, Sayid antes lida com o sentimento pela mulher que amava e aí já no final encontra Shannon (e Boone reaparece 8D! Aliás, prefiro a Shannon com o Boone, mas até que foi bonitinho ela com o Sayid), Libby com Hurley, e assim por diante. Desmond, além de também encontrar Penny num episódio anterior, foi quem uniu quem precisava ser unido pra que pudessem se encontrar (como ter ido com Hurley e tirado Kate da cadeia, o resgate de Walt etc - Michael não apareceu pois seu espírito ficou preso na Ilha, ele mesmo já havia dito que não podia sair de lá). Paralelo a isso, Jack consegue sair da caverna onde se encontrava a Luz que aparentemente, deixava a Ilha e talvez o mundo todo em harmonia, e vai andando moribundo, pelo bambuzal onde começa a série. E de novo nos flash-sideways, Jack então, dentro do que parecia ser uma igreja pra qualquer religião, pois haviam vários símbolos de outras religiões lá, não só os cristãos (achei isso incrível, também), se encontra com o seu pai, Christian. Ele então, pelo pai, descobre que está morto, e já sabendo que os antigos amigos o aguardavam na igreja, ele indaga se eles também estão, ao que seu pai responde que uns morreram antes, outros depois dele, outros muito depois... O que se pode concluir é que sim, todos estão mortos lá, mas lógico, não morreram todos rápido, novos etc, como muitos puderam achar. O pai de Jack diz a ele: "Por isto estão todos aqui, você precisa de todos eles e eles precisam de você". Nessa realidade paralela, que não tem tempo (por isso todos se encontram mesmo tendo se passado muito tempo da morte de um ou outro), pelos encontros e acertos, a sua  vida alcança o sentido e você alcança a redenção. Por isso era tão importante que eles se encontrassem e relembrassem o que passaram na Ilha, pois só assim, seguiriam adiante, já que eram essenciais na vida uns dos outros e o próprio pai de Jack diz que o período passado na Ilha foi o mais importante de suas vidas.
A cena então muda para Jack caído no meio do bambuzal, quando chega o fofo do Vincent, o cão, e então, Jack, com a sensação de missão cumprida, por ter "consertado" a Luz da Ilha. Nada poderia ser feito a respeito dele, pois o Fumacento já lhe havia dado uma facada na barriga, então uma hora próxima ali ele realmente iria morrer. Voltando à cena da igreja, Jack se encontra com os outros, todos eles ficam se abraçando, rindo e blá blá. Achei meio piegas e cena de novela o jeito como montaram e tal... Poderia ser em outro local, de uma forma diferente, ou até mesmo na Ilha, mas a mensagem que passou é muito válida.

Mas Jun, o que acontece com os outros personagens? Bem, foi uma verdadeira diáspora. Jack, antes de entrar na caverna e rearrumar a Luz, passa o cargo de Protetor da Ilha a Hurley. Logo, Hurley virou o novo Jacob, haha. Ben ficou com ele na Ilha para ajudá-lo. Paralelo a isso, no avião da Ajira, Lapidus, Miles, Richard o consertam e logo depois Kate vai correndo pra pegá-lo junto com Claire (que finalmente desperta de sua doideira) e o lindo do Sawyer. Uma das últimas visões de Jack é a do avião passando lá no alto por cima das árvores e deixando a Ilha. Ele sorri, e constata que sua missão foi cumprida. Achei meio triste ele não ter ficado com a Kate, mas fazer o quê né.

O que eu devo dizer é que o final foi BOM, muito bom. Meu medo era de que todo mundo já estivesse morto, mas isso se provou falso. Nessas cenas finais do episódio, já comecei a chorar, e depois que ele acabou continuei chorando e fiquei baqueada o resto da noite. Na verdade me sinto assim sempre que penso que tudo acabou. Acompanho essa série desde os 14 anos, e agora, com 19, vai ficar difícil me desfazer dela assim. O jeito vai ser comprar todas as temporadas em dvd e de alguma forma fingir ou esquecer que acabou, isso se eu conseguir.
Meu namorado já deu um risinho de mim quando eu disse que chorei muito nesse episódio. Mas olha, sobre chorar por algo, sou da seguinte opinião: NÃO IMPORTA por que droga seja que você está chorando. Seja seriado, livro, filme, anime, mangá, documentário, novela ou comercial de margarina. O que importa é PORQUÊ você está chorando. O que aquilo te causou internamente é o importante, não o veículo pelo qual ele se apresenta. Então, SIM, EU CHOREI NO ÚLTIMO EPISÓDIO DE LOST, MUNDO! CHOREI PORQUE FOI LINDO, PORQUE É MEU SERIADO FAVORITO E AGORA ACABOU, PORRA, E AÍ, COMO EU FICO?! Preciso de mais motivos? Foi lindo sim. A metáfora principal de Lost, sobre o Bem e o Mal, personificados na forma de Jacob que protege a Ilha e a luz dela, e o MIB, seu irmão, que tenta a todo custo apagar esta luz. Podemos interpretá-los também como a Fé e a Razão. E apenas isso já explica coisa DEMAIS a respeito da série, mais do que podemos perceber. E ah, uma coisa bem legal que um produtor de séries muito famosas disse no bônus: algo como "o final sempre vai ser ruim, porque o problema não é o final em si, e sim o final da série, o fato de ela acabar. Isso sempre vai deixar as pessoas com raiva." Concordo discordando. Achei o final de Lost lindo, gostei muito, e realmente, tô com raiva assim mesmo.
Porém mesmo com isso, a série ainda deixa algumas lacunas, como por exemplo, do que é feita a luz? De onde veio a "mãe" de Jacob e do MIB, que foi, teoricamente, a primeira habitante da Ilha? Os criadores optaram por deixar a mitologia da série em aberto, justamente pra que cada telespectador preencha, da forma que lhe convém, as lacunas que sobraram. Afinal, com tantos programas, séries e filmes idiotas que subestimam a inteligência de quem assiste, Lost não seria, de forma alguma, mais um desses, o que pode ser notado desde o seu princípio. Ele não daria tudo mastigado e cuspido pra você só ter o trabalho de engolir. Nós próprios é que temos de mastigar e engolir, ou não, cabe a cada um. Solucionar os mistérios até certo ponto, não solucionar tudo pra que você não tenha mais nada pra pensar ou refletir, Lost fez isso. Se durante todas as temporadas a série sempre deu coisas pra se pensar e refletir, porque deixaria de fazer o que a tornou famosa no final? Não foi nada que prejudicou o entendimento de todo mundo e nada tão em aberto que chega a ser ofensivo com os fãs, então, qual o problema? Lost foi um grande quebra-cabeça desde o princípio, por isso tantos reclamavam: "ah, parei de ver, é muito chato, só tem mistério e nada se resolve!" Pra mim, desculpem os recalcados, isso é fadiga mental de não aguentar ver um seriado que exige que você pense junto com ele. ;) Foi mesmo um grande quebra-cabeça, isso sim, e as peças nos foram entregues. Cabe a cada um montá-lo da melhor maneira que conseguir, seguindo o desenho original, mas claramente com o seu jeito de enxergar e montar cada coisa. O que permanece é a história de cada personagem, uma história que é ordinária como a minha, a sua, a de todo mundo, mas com uma grande mensagem no final. A série começa e termina do mesmo modo: Jack no bambuzal. Na primeira temporada, era outro começo, uma nova vida. No final da série, ele lá novamente, antes de morrer, mas sorrindo pelo dever cumprido. Começo a querer chorar de novo pensando em tudo que vivi, senti e passei junto com a série e os personagens, e não quero aceitar que acabou, mas uma hora serei obrigada a isso.
E, como Jack certa vez disse: "Se não pudermos viver juntos, morreremos sozinhos". Fica a dica, sinceramente. Valeu Lost.
Eu:



Comente com o Facebook:

9 comentários:

  1. Ahhh eu não vou ganhar chocolate, nãoo li inteiro! haha
    Mas com certeza essa série é tudo de bom, eu acompanhei tardiamente, mas a última temporada acompanhei certinho. E meu, muito f*#$
    Eu já sou do baixar série, pois algumas consigo assistir na tv com cabo hdmi , logo está tudo de bão!
    Adorei relembrar!

    Beeijos

    ResponderExcluir
  2. Final de série sempre dá depressão, hahah. Sexta assisti a quarta tempora de Gossip Girl e estava crente de que era a última, hahaha.

    Eu adorava lost, assisti até a segunda, mas depois desisti da série. Pretendo um dia continuar a assistir., porque lost é foda demais!!

    beijos =*

    ResponderExcluir
  3. Quero meu chocolate!
    Li todo, mas confesso que não entendi algumas coisas porque só assisti alguns episódios soltos de Lost na Globo :/ Mas eu sei qual é o sentimento que toma conta quando uma série termina, lembro do último episódio de The OC... chorei até )':

    ResponderExcluir
  4. Já tentei assistir Lost, mas não deu muito certo, acho que é muita coisa para meu preguiçoso cérebro.
    Mas entendo como é ruim se despedir de uma série que a gente gosta. Tenho medo que Supernatural acabe, rs Sempre vou amar aqueles meninos, sério, eu sou tão louca neles que os incluo em meus planos.
    Tipo: viajar, ah mas tenho que levar os Winchester caso fique chato
    Rs
    Eu amo Supernatural!!!!!
    Hehe
    Beijo.

    ResponderExcluir
  5. Eu só assisti uma vez esta série. Eu achei bem interessante. Até melhor do que Smallville. Acho que Smallville é muito chato. Adoro também Supernatural, porque cada dia é um episódio diferente.

    Mas é triste quando algo que gostamos acaba assim. Fiquei do mesmo jeito com HP. Fazer o quê? :/

    Obrigada pelo comentário!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Aaahhh, poxa, eu nem assisto Lost e nem entendo nada da série!! :x
    Nem sei o que comentar em um post tão bem feito assim, poxa, que triste...
    Mas sério que você ia postar a resenha de Comer Rezar Amar?? Aaah, nessa com certeza eu teria mais coisas pra dizer!

    Será que você está tão triste como eu fiquei com o fim da série Friends... ????
    o.O

    Mas óh, não esquece que existe DVD pra isso, se é que isso ajuda em alguma coisa nesses momentos... :$

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Oii! Uoowww ainda bem que não li seu post, ainda estou na segunda temporada de lost :D
    na verdade, parei um pouco para assistir Gossip Girl (tudo a ver né? heheh) mas, como estou quase acabando a terceira temporada de GG (até agora são 4), já voltarei a assistir Lost :D
    Espero que eu goste do final :P

    Até mais!

    ResponderExcluir
  8. olá! obrigada pela visita e estou te "linkando" ok?? bjos

    ResponderExcluir
  9. Eu adoro seus post o/ prometo vir mais aqui pq sempre que venho me divirto horrores *palavra de escoteira* (que eu não sou, mas enfim)
    Eu li tudinho!!!
    Sabe, adorava LOST, vi completo ate a 3ª temp em DVD e depois parei pq nao tive mais DVD pra pegar emprestado, mas vi uns eps aleatórios e vi o fim(aloka) e na verdade mesmo sem entender nada, fiquei meio decepcionada pelo que foi 'o fim'. Eu tb prefiro ver em DVD ou mesmo na tv a cabo pq odeio baixar! Nunca vejo qnd baixo.. se é pra ver pelo pc, vejo online mesmo... Pq vejo na hora e pronto! tenho aqui filmes e filmes baixados q nunca vi!
    Alias, eu NUNCA gostei dessa Juliet, nem da Katie.. Acho que não gostava de nenhuma das 'moças' ahaha... Gostava da Shannon(a irmã do Damon.. rs) e tb da louca da Clair (nessas temps iniciais, depois não sei...)

    Lendo seu post (cheio de revelações) até me deu esperança pq como vi +- o fim, achei tudo sem pé nem cabeça, meio frustrante, mas pelo q vc contou, tem mts explicações! Jura que eles não estavam mortos? HUahua sei lá, vi praticamente os 20 min finais do ultimo ep. e achei q todo mundo tava morto mesmo - tipo uma vibe 'Caverna do Dragao' ... Ai Lost me confunde! ACho que pra eu voltar a ver tenho q reassistir tudo do inicio!

    Diga-me pq o espirito do Michel ficou 'preso' na ilha?
    Haha ri da sua conclusão e devo concordar, aquele fim 'eh, nos reencontramos, tudo ficou bem' tem cara de fim de novela do manoel carlos!
    Ah achei legal as palvras do produtor.. realmente, fins são sempre uma boa droga, mesmo qnd são bons.. pq bem.. é o fim!

    Nossa, esse fim seu me emocionou.. Realmente Lost foi uma marco... Durante o periodo mts teorias se formaram, mt gente amou, mt gente odiou, mt gente abandonou.. e concordo. Realmente é uma serie complexa.. Eu tinha mts teorias mas nada mt bom, esperava q me revelassem tudo! Hahaha Vou voltar a assistir qualquer dia, pra entender esses flash-alguma-coisa... (eu adorava os flashbacks) acho que os flashfor começaram no fim da 3ª e foi qnd eu parei...

    Enfim, gostei Jun!
    escrevi um texto, por isso.. bem, é proporcional ao que vc escreveu!)

    bjs
    hey Evellyn!

    ResponderExcluir

© KURONEKO - 2015 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | CRIADO POR YASMIN BERARDINELLI